(83)3421.3798

CONGREGAÇÃO DAS FILHAS DO AMOR DIVINO

CONGREGAÇÃO DAS FILHAS DO AMOR DIVINO

HISTÓRIA DA FUNDAÇÃO

Madre Francisca Lechner, compreendendo o plano do Amor Divino, a respeito da humanidade, sentiu o apelo deste mesmo Deus para um compromisso radical com a causa do Evangelho. E assim, dentro do contexto do mundo contemporâneo, efetivando sua resposta ao referido apelo, fundou a 21 de novembro de 1868, em Viena – Áustria, uma Congregação religiosa feminina com o nome de "Filhas do Amor Divino".

A Congregação, compreendendo seu compromisso com a Igreja, se espalhou por diversos países do mundo e hoje está inserida em realidades culturais diferentes: continente europeu, africano e americano (América do Norte e América do Sul). O processo desta inserção baseava-se numa utopia crítica, bem diversa da utopia vigente em que o paradigma da Revolução Industrial estava colocando em jogo valores humanos, como a dignidade da mulher imigrante.

Ao mesmo tempo em que se ampliava a missão profética, confiada pela Igreja à Congregação, aprofundava-se, também, a sua experiência em humanidade, estimulando o protagonismo de pessoas comprometidas com a causa que a instituição abraçara.

Assim, como parte da evolução dos trabalhos do Instituto, no dia 11 de outubro de 1925, chegara em Natal, um grupo de irmãs lideradas por Ir. Teresina Werner, depois de recebido, pelas autoridades diocesanas, seguiu para Caicó, a fim de iniciar os primeiros trabalhos da província do Nordeste.

As recém-chegadas educadoras encontraram uma realidade marcada pelo confronto de idéias entre correntes divergentes, influenciadas pelos movimentos europeus que provocaram a crise econômica mundial de 1929. Esta crise repercutiu diretamente sobre as forças produtoras rurais que perderam do governo os subsídios que garantiriam a produção. A Revolução de 30 foi o marco referencial para a entrada do Brasil no mundo capitalista de produção. A acumulação de capital, do período anterior, permitiu com que o Brasil pudesse investir no mercado interno e na produção industrial.

A nova realidade brasileira passou a exigir uma mão-de-obra especializada e, para tal, era preciso investir na educação. Sendo assim, em 1930, foi criado o Ministério da Educação e Saúde Pública e, em 1931, o governo provisório sanciona decretos organizando o ensino secundário e as universidades brasileiras ainda inexistentes. Estes decretos ficaram conhecidos como "Reforma Francisco Campos".

A década de 30 foi marcada por fortes acontecimentos políticos e sociais que definiram o novo cenário nacional, como o Estado Novo, a Era Vargas e o Tenentismo, além de um forte período de estiagem que assolava a Região.

O ano de 1932 registrou uma seca no Nordeste. As FILHAS DO AMOR DIVINO que vinham em Caicó realizando um trabalho de evangelização pela educação desde 1925 eram agora vítimas de uma grave crise financeira em conseqüência da falta de chuvas no sertão.

Com a licença da superiora geral, Madre Kostka Bauer, as irmãs recorreram, em Natal, ao Bispo Diocesano, Dom Marcolino Esmeraldino de Souza Dantas a quem pediram ajuda e conselhos. Antes de 15 dias, a Madre Alberta Garimbertti, naquela época superiora em Caicó, recebeu um telegrama do Sr. Bispo convidando-a para vir a Natal. Eram vésperas da festa de Nossa Senhora das Neves, 5 de agosto, data que determinou o nome da nova fundação.

No dia 6 de agosto, atendendo ao chamado de Dom Marcolino viajaram a Natal as Irmãs Alberta e Imaculada Widder que, no dia seguinte, após a audiência com o bispo, acompanhadas por Pe. Frederico Pastor, foram encontrar o Pe. Augustinus no Alecrim que as mostrou uma casa situada à rua Fonseca e Silva, 1088 que se tornaria, mais tarde, a nova residência dessas irmãs. Em seguida, próxima a essa residência, conseguiram, com a ajuda dos padres da Sagrada Família, mais uma residência para o funcionamento do Colégio. No início do ano de 1933, contava com 92 alunas externas e 14 alunas internas.

O trabalho desenvolvido pelas Irmãs no Colégio logo se tornou conhecido. O espaço já não era suficiente para atender às famílias que o procuravam para a educação de suas filhas. Acompanhadas da superiora geral, Madre Kostka, as Irmãs procuraram um terreno para a construção das futuras instalações do Colégio das Neves, comprando um sítio, perto da Igreja São Pedro, de propriedade do Sr. João Tinoco Filho.

Em 17 de janeiro de 1935 foi lançada a pedra fundamental do prédio atual, à Praça Pedro II – 1055, no mesmo bairro, começando a funcionar plenamente em 7 de março de 1937. Contava na ocasião com os cursos primário, ginasial e comercial, além de outras atividades como curso de piano, acordeon, datilografia, línguas (inglês, alemão e francês). Anos depois instala cursos de pintura, costura, bordado e flores.

Logo, a educação oferecida pelo Colégio das Neves, por haver adquirido os foros de Instituição devidamente reconhecida e respeitada, que já não podia ser omitida da lista dos principais estabelecimentos de ensino do país, aureolada por uma tradição de serviços à fé e à cultura potiguares, tomava consideráveis proporções, ultrapassando as fronteiras potiguares, atraindo, por conseguinte, famílias de Estados vizinhos.

Mudanças e ocorrências significativas

Logo, a educação oferecida pelo Colégio das Neves, por haver adquirido os foros de Instituição devidamente reconhecida e respeitada, que já não podia ser omitida da lista dos principais estabelecimentos de ensino do país, aureolada por uma tradição de serviços à fé e à cultura potiguares, tomava consideráveis proporções, ultrapassando as fronteiras potiguares, atraindo, por conseguinte, famílias de Estados vizinhos.

Neste cenário, as mudanças não demoraram, impulsionadas pelas transformações pelas quais passava o país. O número de alunas internas e externas aumentava; as instalações precisavam ser ampliadas, e é isto que se vê: em 29 de abril de 1946 deu-se início à construção da ala direita e, também, da capela, que funcionava até então em uma das salas de aula. A capela foi inaugurada em 02 de fevereiro de 1950. Na ocasião foi colocada uma estátua de Nossa Senhora das Graças no jardim interno. Este acontecimento contou com a presença de muitas pessoas ligadas à Igreja e ao Colégio, como a Superiora Geral Madre Huberta Burchman e a Superiora Provincial Madre Cristina Wlastnik e muitas autoridades civis. A capela e a imagem de Nossa Senhora foram abençoadas pelo capelão Monsenhor Nivaldo Monte. Naquele momento fora realizada a 1ª Missa na nova capela que foi presidida pelo bispo diocesano Dom Marcolino Esmeraldino Dantas. Outras pessoas ilustres compareceram ao momento, inclusive o Juiz de Direito Dr. Luiz da Câmara Cascudo que, também, esteve presente em vários momentos importantes da Escola. Vale ainda o registro de que, entre o período da construção e da inauguração, o Colégio implantou o Curso Científico, atraindo mais alunas para estudar neste novo endereço de educação.

ONDE ESTAMOS

ÁUSTRIA

Província Mãe Três Vezes Admirável, Wien
Atuação: Áustria, Alemanha

BRASIL

Província Nossa Senhora da Anunciação - Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Pará, ROMA e EQUADOR

Província Nossa Senhora das Neves - Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba, Alagoas, Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais.

CROÁCIA

Província Divina Providência
Atuação: Albânia, Alemanha, Bósnia, Kosovo,Suíça

ESLOVÁQUIA

Província Nossa Senhora das Dores, Trnava

EUA

Província Santa Maria - Akro,Ohio
Província Santíssima Trindade – Bloomfield Hills, Michigan
Província São José - Staten Island, New York

HUNGRIA

Província Nossa Senhora da Hungria, Budapest

INGLATERRA

Província Sagrado Coração de Jesus

ITÁLIA

POLÔNIA

Província Nossa Senhora de Czestochowa – Kracow
Atuação: Polônia, Ucrânia, Bolívia

REPÚBLICA TCHECA

Província Sagrado Coração de Maria, Opava

CONGREGAÇÃO DAS FILHAS DO AMOR DIVINO

Irmã Ana Carla de Melo Silva

Quero iniciar minhas palavras de boas vindas aos alunos de todas as nossas escolas com palavras do Papa Francisco. No dizer do nosso Sumo Pontífice o “caminhar para a vida faz-se no Sacramento da Estrada” através de corações na sua intuitiva busca do Amor de Deus que se encontra a caminho conosco, numa presença invisível que tece o acontecer do nosso cotidiano, dando sentido e solidez às nossas esperanças.

Aos novos alunos abrimos as portas para os receber com carinho em suas próprias casas. Para os veteranos, abertas já estão para o reencontro feliz com seus colegas – irmãos e seus formadores – amigos.

Reconhecemos a Educação como o fato mais importante que o urgente. Este prepara e se envolve com o momento, o agora, o hoje, o passável que até pode excluir o amanhã. Para nós educar não é apenas fornecer um conjunto de informações domesticantes, como também não é aumentar a carga de exercícios para a competência que a competição cada vez mais exige. Nossas Escolas querem levar o valor da consciência que disponibiliza as chaves para a participatividade indicando os rumos até para o enfrentamento às incertezas...

A modernidade das nossas Escolas mantém o “tradicional” no que se deve ser preservado a fim de que os passos para o futuro cheguem a proporcionar qualidade de vida.

Auxiliados todos nós pelo Amor Divino: educando e educadores, servidores capacitados nos seus respectivos afazeres, poderemos enxergar melhor o ponto de partida do caminho dos amanhãs e atingir o ponto de chegada com as bases do conhecimento científico lado a lado com a formação objetiva da cidadania na consciência crítica que fortalece o empenho à efetiva solidariedade humana.

Invocamos as bençãos protetoras do Amor Divino do Filho Jesus e do Amor materno de Maria Santíssima para que se derramem sobre nós da família PRONEVES no sentido de que o processo ensino – aprendizagem se volte sempre para o que se deve bem saber e bem viver.

Sejam bem vindos!

MOVAD
Movimento Vocacional do Amor Divino



Colégio Cristo Rei

O MOVAD é um movimento vocacional para jovens que desejam descobrir o projeto de Deus em suas vidas. Iniciado na década de 70, tem por objetivo acompanhar a descoberta vocacional de jovens que vivem inquietos desejando descobrir que caminho seguir na vida, trabalha com visitas, dinâmicas, encontros quinzenais e mensais na tentativa de descobrir metas, ideais e propósitos que Deus coloca no coração de cada um. Cada comunidade da Província Nossa Senhora das Neves tem uma irmã responsável por este movimento para acompanhar e orientar as jovens no processo de sua descoberta vocacional. Se você jovem sente que Deus lhe convida à vida religiosa venha nos visitar no Colégio Cristo Rei, nós Filhas do Amor Divino lhe acolheremos com alegria e desejamos que Deus lhe abençoe sempre!

Vocação:

Nascemos com uma vocação, quando o Senhor nos criou já colocou no nosso coração uma missão, todos temos uma vocação!!! Você não pode passar neste mundo sem descobrir o que Deus tem para sua vida. Precisamos realizar a missão que o Senhor nos confia. Um jovem só poderá ser realmente feliz quando descobrir aquilo para o qual Deus o fez, como Deus o pensou quando o formou no ventre de sua mãe. Só pode ser feliz quem realiza a sua vocação! Vocação exige renuncia, sacrifício, dor, alegria, abrir mão de tudo por uma causa nobre. Será que já se perguntou, para que tipo de vocação você é realmente chamado? Seja ela qual for sua vocação, abrace-a com amor, pra você ela é a mais linda, pois é a sua, é conhecendo a vontade de Deus para a sua vida que você poderá conhecer-se no original, como Deus te quer. Têm jovens que são chamados para vida monástica afastado um pouco do mundo e lá se entregar ao Senhor e a sua Igreja, não quer dizer que eles não são úteis, ou quem vive evangelizando o mundo é mais importante, não tem vocação inútil, tudo é vocação e é vontade de Deus, se dentro do seu coração você sente um chamado de Jesus lute por ele, seja corajoso (a) !!! Não desista em meio às dificuldades da caminhada.

Etapas de Formação

Aspirantado: “Vinde e vede” ( Jo. 1, 39a)
Postulantado: “Foram e viram onde moravam” ( Jo. 1, 39b)
Noviciado: “Permaneceram com Ele” ( Jo. 1, 39)
Juniorato: “ Não descuideis o dom da graça que há em ti, que te foi conferida” (1 Tm. 4, 14)

Conhecendo a PRONEVES:

A Congregação das Filhas do Amor Divino foi fundada por Madre Francisca Lechner, no dia 21 de novembro de 1868, em Viena - Áustria. Tendo abrangência internacional, está presente em 18 países, nos continentes europeu, africano, norte-americano e sul-americano. As sedes das suas 12 províncias situam-se em 9 países da Europa, América do Norte e do Sul, conforme é possível verificar no decorrer desta página. s primeiras Irmãs Filhas do Amor Divino chegaram ao Nordeste do Brasil em 1925, sob a direção da Ir. M. Teresina Werner. m No dia 19 de dezembro de 1938, conforme o Decreto da Sagrada Congregação dos Religiosos, foi criada a Província N. Sra. das Neves, com sede em Assu-Rn, mas só no dia 17 de fevereiro, pela circular da Superiora Geral, Madre M. Kostka Bauer, veio a comunicação, juntamente com a designação da Madre M. Cristina Vlastinik para Superiora Provincial.. Em 26 de janeiro de 1950, a sede da Província foi transferida para Natal-RN e depois para a Granja Emaús, Parnamirim/RN, no dia 10 de fevereiro de 1972.

Colégio Cristo Rei

Disco Virtual - Banco de arquivos dos professores